História

Criado em 2010, o C-The Consumer Intelligence Lab resulta da conjugação da vontade de três empresas com a mesma visão sobre o papel do consumidor enquanto agente de mudança dos modelos de negócio: Return on Ideas, Ipsos Apeme e Augusto Mateus & Associados.

A ideia de que estudar indivíduos sector a sector seria insuficiente na explicação da relação que estabelecem com o consumo e as diferentes categorias de bens e serviços, esteve na génese da construção de um projecto de comunidade que, pelas economias de escala, entrega uma leitura do mercado que cada empresa dificilmente conseguiria fazer de forma isolada. Este ponto de observação mais elevado permite identificar lacunas na compreensão do mercado, que pode ser melhor accionado pelas empresas e instituições que servimos.

Lançado em plena crise, o C-Lab acompanhou um período de grande arritmia no comportamento dos consumidores portugueses. Para além da evolução do contexto económico, os fenómenos de globalização foram imprimindo mudanças sociais e de estilos de vida, até à fragmentação e colapso das ditas identidades culturais fortes. A constatação de uma sociedade que seguia a diferentes compassos, para diferentes direcções, e a noção de que a visão sobre o que estava a transformar nas extremidades perdia nitidez, impuseram novas interrogações sobre o que inquieta ou estimula os consumidores. Foi nessa esteira que o C-Lab encontrou a sua razão de ser, mantendo ao longo destes anos um trabalho de investigação regular das tendências de mudança do consumidor e cidadão para uma comunidade de marcas, negócios e organizações que atravessa todos os sectores de actividade.

Clientes:

ACTIVO BANK
ANA
BANCO ATLÂNTICO EUROPA
CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS
CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA
CTT
DANONE
EDP
FIDELIDADE
GRUPO PESTANA
IKEA
L’OREAL
JOGOS SANTA CASA
JOSÉ DE MELLO SAÚDE
MCDONALD’S
MILLENIUM BCP
NEXITY
NOS
SONAE MC
SONAE SIERRA
SOVENA
SUMOL COMPAL
UNICRE
UNILEVER
WORTEN
Barómetro C, 2012
Barómetro C, 2013
O Consumidor Digital, 2014
Tendências C, 2015
O Lazer, 2016
Tendências, 2017
Tendências C, 2018
O que fazemos

O C – The Consumer Intelligence Lab funciona em ciclos anuais de investigação com enfoque em hipóteses de trabalho que são relevantes para o conjunto de empresas que financia a investigação. Até à data, publicámos, aproximadamente, 30 investigações temáticas e 50 tendências de mudança do consumidor.

Estamos continuamente no campo, rente à realidade, somando mais de 600 entrevistas presenciais, 100 visitas a casas de consumidores e 20 mil inquéritos, telefónicos e via web. Todas as investigações culminam numa publicação que cristaliza os principais resultados e insights, sendo esse o primeiro veículo de disseminação do conhecimento dentro da comunidade.

Áreas de trabalho:

PESQUISA QUALITATIVA
ESTUDOS QUANTITATIVOS
SESSÕES DE APRESENTAÇÃO
WORKSHOPS
Investigações
2020
Covid’19: Ajuda à Navegação
2019
Vidas Aquém: Novas Classes Médias, Novos Ideais por Construir
2018
Eu, Consumidor Digital

Digital Social: Reinvenção do(s) Jogo(s) de Influência
2017
Personas C: Novas Entradas para Olhar o Consumidor Português na Era da Pós Demografia

Jovens Portugueses: Múltiplas Trajectórias de Adultização
2016
A Casa: Palco da Vida Quotidiana

Marcas Cidadãs: Antecipando as Expectativas do Consumidor
2015
Crianças e Adolescentes: Como se Aprende o Mundo do Consumo?

O Lazer: Um Primordial Exercício de Liberdade
2014
Séniores Portugueses: Uma geração multifacetada e em Reconfiguração

O Digital: Recriador da Realidade do Consumidor
2013
Reconhecer as Famílias, Entidades Económicas Alargadas

O Dinheiro: Revendo Valores, Símbolos e Objectivos

Um Novo Share of Channels : Novas Geografias de Consumo e Lazer
2012
O Consumidor na Crise

18-28: Vida Adiada ou Vida Libertada?

Comunicar com os Consumidores de Hoje
2011
O Consumidor em Grandes Números

Vida Privada
2010
O Consumidor na Crise

Redesenho do Processo de Compra
COMO FAZEMOS

O nosso processo é um elogio ao método laboratorial. A experiência confirma a nossa crença de que o conhecimento será tanto mais útil quanto mais resulte da colocação de perguntas e hipóteses muito concretas. Identificá-las e consensualizá-las em sede de investigação é, só por si, o grande desafio de partida.

— QUESTIONAR —

A partir de research e de uma análise pluridisciplinar de informação que cruza, entre outras ciências, a estratégia, a filosofia, a psicologia de consumo ou a sociologia, questionamos a realidade, os pré-conceitos e levantamos hipóteses de investigação novas, sem nunca perder de vista o desafio da utilidade para as empresas.

— CONFRONTAR O REAL —

Colocamos todo o nosso foco na aproximação ao real, em cada pergunta e na sua forma. Levamos esse ‘modo de fazer’ ao serviço de diferentes ferramentas de consumer research – focus groups, etnografia, entrevistas individuais aprofundadas e estudos quantitativos. Estamos em constante procura de novas ferramentas e ângulos de confronto do indivíduo ou dos grupos.

— CONCLUIR —

Procuramos identificar relações entre comportamentos – relações ‘causa efeito’ – num determinado contexto ou cenário. A partir desses cruzamentos, é feito um trabalho de teorização e criação de conceitos que procura descodificar, estruturar e narrar a realidade, de modo a servir a decisão ou pensamento empresarial.

Equipa
Return on Ideas
Visão estratégica, Coordenação e Autoria

Co-founder
and Managing Director

Co-fundadora, assume a Direcção Geral do C-Lab desde a sua génese. É responsável pela gestão de cliente, conceptualização e produção de conhecimento.

Clara Cardoso

Co-founder
and Editor-in-chief

Co-fundadora, assume a Direcção de Investigações & Research, é oradora principal em eventos C-Lab, editora-chefe e design de informação.

Joana Barbosa

Co-founder
and Head of Strategy

Co-fundador, é responsável pela Reflexão Estratégica e transposição do conhecimento C-Lab em guidelines accionáveis para os diferentes sectores e empresas.

Rui Dias Alves

Research & Foresight

Research e Produção de Conhecimento, com particular ênfase nas investigações de Tendências e pensamento de futuro.

Assunção Cunha
Ipsos Apeme
Estudo de Mercado

Directora geral da Ipsos Portugal, assume a coordenação e operacionalização dos estudos de mercado do C-Lab.

Marina Petrucci

Psicóloga, é responsável pela condução dos estudos de mercado qualitativos e etnográficos.

Gabriela Correia

Client Service Director da Ipsos Portugal, é responsável pela condução dos estudos de mercado quantitativos e big data analysis.

Elsa Gervásio
Augusto Mateus
Visão Macroeconómica

Co-fundador

Professor catedrático, é responsável pela análise macro-económica e pelo desenvolvimento da Função Consumo C, um indicador proprietário que estima a evolução do consumo privado.

Carlos Liz
Reflexão Sociológica

Co-fundador

Licenciado em Estudos Clássicos e fundador da empresa de estudos de mercado Apeme. Com uma colaboração próxima, mas menos regular, desafia o nosso pensamento sociológico.